terça-feira, 30 de junho de 2009

medo do amor



Medo de amar? Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que enfrentar: medo da violência, medo da inadimplência, e a não menos temida solidão, que é o que nos faz buscar relacionamentos. Mas absurdo ou não, o medo de amar se instala entre as nossas vértebras e a gente sabe por quê. O amor, tão nobre, tão denso, tão intenso, acaba. Rasga a gente por dentro, faz um corte profundo que vai do peito até a virilha, o amor se encerra bruscamente porque de repente uma terceira pessoa surgiu ou simplesmente porque não há mais interesse ou atração, sei lá, vá saber o que interrompe um sentimento, é mistério indecifrável. Mas o amor termina, mal-agradecido, termina, e termina só de um lado, nunca se encerra em dois corações ao mesmo tempo, desacelera um antes do outro, e vai um pouco de dor pra cada canto. Dói em quem tomou a iniciativa de romper, porque romper não é fácil, quebrar rotinas é sempre traumático. Além do amor existe a amizade que permanece e a presença com que se acostuma, romper um amor não é bobagem, é fato de grande responsabilidade, é uma ferida que se abre no corpo do outro, no afeto do outro, e em si próprio, ainda que com menos gravidade. E ter o amor rejeitado, nem se fala, é fratura exposta, definhamos em público, encolhemos a alma, quase desejamos uma violência qualquer vinda da rua para esquecermos dessa violência vinda do tempo gasto e vivido, esse assalto em que nos roubaram tudo, o amor e o que vem com ele, confiança e estabilidade. Sem o amor, nada resta, a crença se desfaz, o romantismo perde o sentido, músicas idiotas nos fazem chorar dentro do carro. Passa a dor do amor, vem a trégua, o coração limpo de novo, os olhos novamente secos, a boca vazia. Nada de bom está acontecendo, mas também nada de ruim. Um novo amor? Nem pensar. Medo, respondemos. Que corajosos somos nós, que apesar de um medo tão justificado, amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para sempre é impossível recusá-lo.

O amor tudo suprta


1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

Esse é um dos textos que mais gosto na bíblia fala de algo especial e indispensável à vida: O AMOR!
O amor é algo maravilhoso, nos ajuda, nos motiva e nos faz ser seres humanos mais felizes.
O amor é um dom de Deus, é a própria essência de Deus...
Que o Deus todo poderoso, o próprio amor, te abençoe poderosamente e que cada dia sua vida seja repleto de amor.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

A palavra que librta



A palavra que liberta...
Que palavra é essa que tem tanto poder??
O mundo veio a existir através de uma palavra, palavras do autor da vida o poderoso DEUS, o criador do universo e de tudo o que nele há.
Essa palavra que liberta porque é poderosa e verdadeira, é a palavra de Deus e se encontra na Biblia Sagrada.
Aqui neste blog teremos momentos de reflexão da Palavra que Liberta. Juntos refletiremos em textos da Bíblia para crescermos na graça e no conheciemento de Deus. Fique comigo!!
Deus tem reservado grandes coisas para nossas vidas, e este blog será um canal, um instrumento para fluir as bençãos de Deus em nossas vidas.
Em João 8:32, diz: "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ."
Essa verdade esta na palavra que liberta, e tem poder pra mudar totalmente o rumo da sua vida.
Jesus Cristo pode mudar por completo a sua vida, Ele é o VERBO, que se fez carne e habitou entre nós. NO PRINCÍPIO ERA O VERBO E O VERBO ERA DEUS E O VERBO ESTAVA COM DEUS ( JO 1:1) E O VERBO SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS.(JO 1:14)
“Não serei então confundido, se fixar os olhos nos vossos mandamentos”
(Salmo 118.6).
“O ladrão vem só para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância” (João 10.10).

Deus que te escolheu


"Não fostes vós que escolhestes a mim, mas eu vos escolhir para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça..."
João 15.16
Não estamos aqui neste mundo por algum acidente do destino, por algum acaso da vida. Dentre todos aqueles gametas que corriam com você rumo a existência da vida até o óvulo de sua mãe, você foi o escolhido! Você venceu a corrida e ganhou o grande prêmio de viver! Deus quis que você estivesse bem aqui! Conforme diz em João 15.16 não fomos nós que escolhemos a Deus, mas Ele mesmo nos escolheu. Houve um tempo na minha adolescência que passei por uma pequena crise existencial e a sos com Deus eu chorava e questionava o motivo da minha exsitência aqui neste mundo e Ele tão docemente me respondeu com este versiculo de João, que até hoje me toca profundamente. Sei por que estou aqui e minha vida é cheia de sentido. Cristo me ama, ele me chamou para realizar sua maravilhosa obra aqui neste mundo e Ele chama você também para ser um cooperador dEle aqui neste mundo e levar os eu amor, bondade e salvação a todas as pessoas.
Deus requereu o nosso nascimento para realizar Seus altos desígnios aqui neste mundo. Olhe só o que diz em Jeremias 1.5: “Assim veio a mim a palavra do Senhor dizendo: Antes que te formasse no ventre eu te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei e às nações te dei por profeta.” Assim como Jeremias foi escolhido antes de sua formação no ventre de sua mãe, assim também nós fomos ecolhidos, e assim como Deus o colocou como profetas entre as nações, Ele também nos coloca como tal. Somos cooperadores de Deus, luz para os gentios, propagadores do evangelho de Cristo, somos sal, luz e o bom perfume. Olha o que diz em Isaías 49 de 1-5:
1 Ouvi-me, ilhas, e escutai vós, povos de longe: O SENHOR me chamou desde o ventre, desde as entranhas de minha mãe fez menção do meu nome.2 E fez a minha boca como uma espada aguda, com a sombra da sua mão me cobriu; e me pôs como uma flecha limpa, e me escondeu na sua aljava;3 E me disse: Tu és meu servo; és Israel, aquele por quem hei de ser glorificado.4 Porém eu disse: Debalde tenho trabalhado, inútil e vãmente gastei as minhas forças; todavia o meu direito está perante o SENHOR, e o meu galardão perante o meu Deus.5 E agora diz o SENHOR, que me formou desde o ventre para ser seu servo, para que torne a trazer Jacó; porém Israel não se deixará ajuntar; contudo aos olhos do SENHOR serei glorificado, e o meu Deus será a minha força.6 Disse mais: Pouco é que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó, e tornares a trazer os preservados de Israel; também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até à extremidade da terra.
Saber que Deus nos trouxe a existência para realizar seus propósitos é um privilégio muito grande e também uma grande responsabilidade. Em 1Pedro 2.9 diz: "Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz" Somos o povo de Deus, chamados para proclamarmos suas virtudes aqui neste mundo!
Que possamos ser sábios para fazermos a vontade daquele que nos chamou da trevas para sua maravilhosa luz. Estamos aqui por algo muito nobre, somos escolhido de Deus, filhos e cooperadores. Coloquemo-nos todos os dias em suas santas mãos para sermos tudo aquilo que Ele deseja para nós. Que Ele nos abençoe poderosamente.
"A vida é curta demais para fazermos tudo aquilo que desejamos fazer, mas é longa o bastante e suficiente para fazermos tudo aquilo que Deus deseja que façamos."

busca instantanea por Deus


Estava meditando a poucos dias sobre a forma que nos alimentamos espiritualmente nos dias atuais. Antigamente o café era preparado apenas do pó moído muitas vezes no mesmo dia, o leite que bebíamos era tirado da vaca no mesmo dia e assim sucessivamente. Hoje em dia há café instantâneo que dura meses, leite instantâneo que dura meses, basta adicionar um pouco de água e está pronto. Em relação ao Reino de Deus, os crentes da geração passada buscavam a Deus todos os dias intensamente para ter intimidade com Ele, buscavam de joelhos dobrados por horas, lendo a Bíblia por horas, pregando o evagelho por horas, expulsando demônios e coisas como estas concernentes ao Reino de Deus. A nossa geração busca a Deus ouvindo Cd's de cantores que lhe emocionem, assistindo DVD's de pregadores de renome, vendo o que acontece através da internet nas igrejas espalhadas pelo Brasil e o mundo, e estamos ocupados ouvindo, assistindo, nos emocionando e perdemos o foco de Deus, tudo isso é uma maneira instantânea de buscar ao Senhor, queremos resultados rápidos, não queremos gastar tempo produzindo frutos dignos de arrependimento. Mas a maneira Bíblica de buscar ao Senhor é como disse Jeremias em 29:13 - "E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração". Imagine um vaso cheio de entulhos, imagine-se colocando-o sobre uma fogueira, ao passar do tempo os entulhos vão esquentar, mas não vão ser destruídos. Agora imagine um vaso cheio de entulho, e você colocando azeite quente dentro dele, e o fogo tomando conta do interior dele, com certeza os entulhos vão ser consumidos. Foi assim que o Senhor falou comigo, que essa nova maneira de buscá-lo é como fogo por fora do corpo, que provoca emoções, mas não produz transformações. Mas aqueles que dobram os joelhos e buscam ao Senhor em oração, são como vasos cheio de fogo por dentro, nenhum entulho permanece, em tudo é purificado, em tudo é santificado, Deus o enche da sua glória e ele reflete para as pessoas à sua volta a presença de Deus. Nada substitui a verdadeira comunhão com Deus...
...Irmaos nao faça essa busca instantanea,busque verdadeiramente a Deus,seu espeirito nessessita do Espirito Santo de Deus,a forma de estarmos ligados ao Pai e deixarmos ele nos conduzir ,e nunca querer conduzi-lo...vamos ser cheio do azeite...

“Onde, pois, tens a água viva?” João 4:11.

“O poço é fundo” e muitíssimo mais fundo do que supunha a mulher samaritana!

Pense nas profundezas da natureza humana, da vida humana, pense na profundidade dos “poços” que existem dentro de você. Será que você tem empobrecido o ministério de Jesus a tal ponto que ele nada possa fazer?

Suponhamos que exista em seu coração um profundíssimo poço de perturbação, e Jesus chega e diz: “Não se turbe o vosso coração”; e você dá de ombros e responde: “Mas, Senhor, o poço é fundo; não podes tirar dele serenidade e consolo.” Não, ele os trará lá de cima. Jesus não tira coisa alguma dos poços da natureza humana. Limitamos o Santo de Israel, ao nos reportarmos ao passado para lembrar o que lhe permitimos fazer por nós, e concluímos: “É claro que não posso querer que Deus faça isso.” Aquilo que foge ao domínio do poder de Deus é exatamente o que nós, seus discípulos, deveríamos crer que ele pode fazer.

Empobrecemos o ministério dele quando esquecemos que ele é todo-poderoso; o empobrecimento está em nós, não nele. Recorremos a Jesus como o Consolador ou como o Senhor compassivo, mas não como o Todo-Poderoso.

Alguns de nós são exemplos tão pobres do cristianismo porque não temos um Cristo todo-poderoso. Temos experiências e atributos cristãos, mas nunca fizemos uma entrega total a Jesus Cristo.

Empobrecemos o seu ministério quando, em circunstâncias difíceis, dizemos: “Claro que ele não pode fazer nada”, e lutamos para atingir o fundo do poço na tentativa de tirar a água nós mesmos. Tenhamos cuidado com a sensação de alívio que há em desistir de tudo, e dizer: “É impossível.” Sabemos que, se olharmos para Jesus, é possível. O poço de nossa imperfeição é fundo, mas não desistamos, e busquemos ao Senhor.

Extraído do livro: Tudo Para Ele

Autor: Oswald Chambers

Para Meditar: "Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna." João 4:14.

Oração: “Senhor, ajuda-me a ter paciência e fé em Ti, para que eu busque a Tua presença em oração, confiando no cumprimento das Tuas promessas.” Amém.

domingo, 28 de junho de 2009

nao andeis anciosos


"Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros, contudo vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?"Mateus, capítulo 6, versículos 25 a 30. Fico admirada e ao mesmo tempo segura, por saber que Deus Todo Poderoso, Criador dos céus e da Terra, contempla sua melhor obra, cuida, orienta e direciona todo aquele que Nele confia. Dos altos céus, nosso Deus Zeloso, envia o suprimento necessário para toda a sua criação. Mas, para o homem, há um cuidado todo especial, e todo aquele que Nele confia, além do suprimento necessário no caminho da peregrinação, aqui na Terra, vai estar mais uma vez, sob os cuidados do Grandioso Deus, quando for para Jerusalém Celestial, e não é lançado no forno como a erva do campo, após sua trajetória aqui. Porém, a caminhada continua rumo à eternidade, isto se o ser humano depositar sua confiança no Deus Eterno. E, Deus, por sua infinita compaixão, nos orienta nesta caminhada através das Escrituras Sagradas, onde deixou registrado o que o homem deve fazer para valer muito mais do que as aves, e ter a assistência plena do seu Criador, a cada dia. O Deus Eterno zela por sua criação com esmero, cuidando nos mínimos detalhes, para que nada lhe falte. Fico a pensar por que o ser humano que é a melhor obra de Deus, muitas vezes não tem seu suprimento necessário? Isso decorre da má escolha que faz através do seu livre-arbítrio, o qual os animais irracionais, as plantas não possuem, sendo um atributo exclusivo que Deus concedeu ao homem, racional e consciente. Por outro lado, a escolha certa, é aquela que nos conduz ao verdadeiro Deus Todo Poderoso, por intermédio de nosso único e suficiente Salvador Jesus Cristo, que zela pelo homem, em sua plenitude (espírito, alma e corpo). "Acaso não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?" I Coríntios, 6:19. Dessa maneira creio que, a vida que o Senhor nos deu com tanto amor, na realidade é um empréstimo em nosso corpo terreno e transitório, do qual daremos contas a Deus. "Mas se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita." Romanos, 8:11. Ao fazer do seu próprio corpo o templo do Espírito Santo, o homem recebe a promessa do Deus Eterno de ter esse mesmo corpo terreno transformado por ocasião do arrebatamento, quando os salvos em Cristo Jesus, encontrarão com o Salvador nos ares e, seremos conduzidos vivos à cidade celestial. Contudo é necessário que quando o Messias chegar (e não se sabe o dia, nem a hora), a noiva (Igreja), esteja preparada para a vinda do noivo, que é a própria pessoa do nosso Salvador Jesus Cristo, para que, no julgamento final sejamos apartados assim: "Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.(Mateus, 25:34).

sábado, 27 de junho de 2009

você e escolhido


VOCÊ É O ESCOLHIDO!!Encontre um sentido para a sua vida, um motivo para tanta luta,algo que seja maior que: o brilho passageiro das pedras preciosas,o valor alterável do ouro, o sabor perecível do favo de mel, a beleza que se esvai com o tempo,o luxo das roupas que a traça corrói,o carro mais potente que já nasce ultrapassado,o computador mais moderno que já é velho,o amor que pode ser apenas uma paixão, a amizade cheia de interesses,o emprego cheio de condições, a estabilidade cheia de limitações,o estudo que ignora, a casa rica que falta paz,a paz que sente a ausência de companhia,a solidão que afasta a família que não se fala, a voz que se cala...Que sua motivação seja a própria vida,pois viver, é em si mesmo, um prêmio disputado,desde o início na corrida dos espermatozóides, dentre milhões, o vencedor foi você.Não despreze os detalhes, não ridicularize os sentimentos,ame mais de maneira que o seu amor não vire cobrança,tenha gestos carinhosos para com todos,fale baixo, evite palavrões, seja doce,ore muito, entre em sintonia constante com o seu Deus.Por fim, santifique a vida, amando-se profundamente,não permitindo que te menosprezem por nada, nem pelo que ache muito,nem pelo que achem pouco, pois você é fruto escolhido, da videira do criador.

O silêncio


O Poder Do Silêncio Aprende com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim evitar tragédias e desafetos...Aprende com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora, evitar reclamações vazias e sem sentido...Aprende com o silêncio a reparar nas coisas mais simples, valorizar o que é belo, ouvir o que faz algum sentido...Aprende com o silêncio que a solidão não é o pior castigo, existem companhias bem piores...Aprende com o silêncio que a vida é boa, que nós só precisamos olhar para o lado certo, ouvir a música certa, ler o livro certo.Aprende com o silêncio que tudo tem um ciclo, como as marés que insistem em ir e voltar, os pássaros que migram e voltam ao mesmo lugar, como a Terra que faz a volta completa sobre o seu próprio eixo, complete a sua tarefa.Aprende com o silêncio a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia, enxergar em você as qualidades que você possui, equilibrar os defeitos que você tem e sabe que precisa corrigir e enxergar aqueles que você ainda não descobriu .Aprende com o silêncio a relaxar, mesmo no pior trânsito, na maior das cobranças, na briga mais acalorada, na discussão entre familiares...Aprende com o silêncio a respeitar o seu "eu", a valorizar o ser humano que você é, a respeitar o Templo que é o seu corpo, e o Santuário que é a sua vida.Aprende hoje com o silêncio, que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor que muito falar...Na natureza tudo acontece com poder e silêncio, com um silêncio poderoso; por vezes, o silêncio é confundido com fraqueza, apatia ou indiferença.Pensa-se que a pessoa portadora dessa virtude está impedida de reclamar seus direitos e deve tolerar com passividade todos os abusos.O Sol nasce e se põe em profunda quietude; move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela sem a quebrar.Acredita-se que o silêncio não combina com o poder, pois este tem se confundido com prepotência e violência.Acaricia as pétalas de uma rosa sem a ferir, e beija as faces de uma criança adormecida sem a acordar; aí uma vez vamos encontrar na natureza lições preciosas a nos dizer que o verdadeiro poder anda de mãos dadas com a quietude.O oxigênio, poderoso mantenedor da vida, penetra em nossos pulmões, circula discreto pelo nosso corpo, e nem lhe notamos a presença.A luz, a vida e o espírito, os maiores poderes do universo, atuam com a suavidade de uma aparente ausência.Como nos domínios da natureza, o verdadeiro poder do homem não consiste em atos de violência física, quando um homem conquista o verdadeiro poder, toda a antiga violência acaba em benevolência.A violência é sinal de fraqueza, a benevolência é indício de poder.Os grandes mestres sabem ser severos e rigorosos sem renegarem a mais perfeita quietude e benevolência.Deus, que é o supremo poder, age com tamanha quietude que a maioria dos homens nem percebem a Sua ação.Essa poderosa força, na qual todos estamos mergulhados, mantém o Universo em movimento, faz pulsar o coração dos pássaros, dos bandidos e dos homens de bem, na mais perfeita leveza.Até mesmo a morte, chega de mansinho e, como hábil cirurgiã, rompe os laços que prendem a alma ao corpo, libertando-a do cativeiro físico.O verdadeiro poder chega: sem ruído, sem alarde e sem violência.Sempre que a palavra poder lhe vier à mente, lembre-se do Sol: nasce e se põe em profunda quietude; move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela e você só sabe pelo calorzinho que ele proporciona.Acarinha as pétalas de uma flor sem a ferir, beija as faces de uma criança adormecida sem a acordar."Bem aventurados os mansos, porque eles possuirão a Terra"."O êxito ou o fracasso de sua vida não depende de quanta força você põe em uma tentativa, mas da persistência no que fizer.""Boa Terra em teus pés, Água o bastante em tua semente, bom Vento para o teu sopro, Fogo em teu coração e muito Amor em teu ser."

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Doe sua vida para missões


A antiga fórmula “se você não pode ir contribua, se não pode contribuir ore” não faz justiça ao chamado de Cristo a todo crente, para pregar o Evangelho a toda criatura. Na ame temos sempre insistido que todas as três coisas devem ser feitas ao mesmo tempo. Todo crente deve pregar o Evangelho, todo crente deve contribuir com a pregação do Evangelho e todo crente deve orar. Ninguém está dispensado disso, nem o mais pobre, nem o mais rico, nem o mais culto, nem o inculto, nem o pastor, nem o zelador.
Para que isso fique mais claro, costumamos fazer um acróstico com a palavra IDE: interceder, doar e evangelizar. Esta é a nossa missão, que se expressa nesta tríplice ação, retratada por três ondas na
Bandeira de Missões. Usar estas três palavras, que não são as mais comuns, não somente fica mais interessante, como também cada uma destas palavras tem um significado mais profundo.
No caso da oração, por exemplo: é importante orar por missões, mas talvez o crente não perceba a importância de orar (por isso muitos só oram quando acham que não podem ir ou contribuir). Por isso preferimos a palavra “interceder”, que significa – intervir (a favor de alguém ou de algo); pedir, rogar, suplicar (Houaiss).
Lembre-se disso quando você for orar por missões: você tem o grande privilégio de conversar com Deus acerca de um assunto do qual Ele gosta de falar; tem a liberdade de apresentar problemas e necessidades para receber o desígnio de Deus; tem a oportunidade de ouvir os planos de Deus sobre o assunto, e cooperar para que a vontade dEle seja feita. Ao interceder por missões você cumpre um ministério como o de Jesus, que intercede por nós.
No portal da evangelização, em www.evangelizabrasil.com, você encontra sempre muitos motivos de oração por missões. Faça missões intercedendo, mas não somente isso,
doe para missões e evangelize também. Esta é a missão de cada cristão.

domingo, 21 de junho de 2009

O VALOR DO AMOR PELAS ALMAS


satanás tem por toda parte os seus predadores para impedir o crescimento das igrejas.
temos que sentir desejo para que almas perdidas se encontrem com Senhor.precisamos ser cassadores de dráquimas perdidas.e tempo da noiva se apaixonar!onde tem compaixão pelas almas ali tem milagres,voce nao precisa ser um grande profeta,basta ter a palavra de
Deus...quando voce canta com seu coração quebrantado por uma alma perdida alegra o coraçãode Deus.Salvação de almas tem que ser regado com lágrimas,dor,sofrimento...
O poder do Espirito Santo e maior do que o diabo...ou amamos as almas ou nos compadecemos por elas... vamos sair do comodismos meus irmãos,e vamos em busaca dessas almas que estão gritando por salvaçao.que o Senhor esteja fortalecendo cada cristao,para que estaja firme na busca das ovelhas perdidas.encontrei esse texto que diz tudo.fiquem na paz de Cristo.josania

Pr. Elinaldo Renovato de Lima

Nós, cristãos, somos chamados por Deus para sermos testemunhas do seu amor para com as almas perdidas. Desde o dia da decisão ao lado de Cristo, quando da conversão, há uma chamada geral que nos inclui, para sermos testemunhas. Todos são chamados para servir entre os que precisam falar de Cristo, de Deus, de Sua palavra , do Seu Amor.No Antigo Testamento encontramos poucas referências que denotem o amor pelas almas, ainda que possamos ver o amor de Deus para com os ímpios, com os pecadores, demonstrado através de seu cuidado para com todos os homens, e em especial, pelo povo de Israel, perdoando-os, salvando-os, libertando-os dos inimigos cruéis.No Novo Testamento, no entanto, as referências sobre o amor de Deus, o amor ao próximo, aos perdidos, são inúmeras, abundantes. Isso é uma prova de que , na Nova Aliança, o amor é a marca registrada, é a característica principal. Em primeiro lugar, sem sombra de dúvidas, devemos amar a Deus. Jesus, respondendo sobre qual seria o maior mandamento, disse: “E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo” (Lc 10.27).Em segundo lugar, devemos amar ao próximo como a nós mesmos, como nos diz o versículo citado. Amar ao próximo não é amar somente aos que estão próximos de nós, no sentido físico. Amar ao próximo é amar aquele que, à semelhança do homem, caído à beira do caminho, precisa da nossa atenção, do nosso cuidado, do nosso interesse sincero. Na história do bom samaritano (Lc 10), vemos que ele não apenas amou interiormente, mas fez tudo o que estava a seu alcance em favor do miserável, que fora assaltado, espancado, e deixado semimorto na estrada.O amor pelas almas faz parte do cristianismo. Sem esse amor, podemos nos tornar semelhantes aos muçulmanos, que não fazem caso dos que não pertencem à sua fé. Às vezes até os odeiam. O amor pelas almas não significa apenas dar esmolas, fazer filantropia, atender aos pobres e famintos. Vai além, muito além desse amor “philo”. É preciso que ultrapassemos o amor fraternal, o amor filantrópico, ou o amor entre cônjuges, e entremos na prática do amor ágape (do gr. Ágape), que é o verdadeiro amor de Deus, derramado em nossos corações.O amor pelas almas faz o crente esquecer o conforto, e sair pelas ruas, praças, escolas, hospitais, delegacias, e por outros lugares, em busca de um perdido, sem Deus, sem paz, e sem salvação. O amor pelas almas leva as pessoas salvas a realizarem a missão evangelizadora em todo o lugar que esteja a seu alcance. Tanto em termos locais, como regionais e transculturais.No episódio do Titanic, quando o gigantesco barco afundava, cerca de 1500 pessoas lançaram-se ao mar, tentando salvar-se. Somente 6 (seis) pessoas se salvaram, segundo os relatos pela imprensa. No meio dos que se lançaram ao mar, estava um velho homem de Deus, chamado por Adams Moody, de “O Último Herói do Titanic”. Era um ministro do evangelho, que estava indo para Chicago, acompanhado de sua filha. Ao ver que não haveria socorro suficiente, gritou: “Deixem as mulheres, crianças e os não salvos entrarem nos barcos salva-vidas”. Segundo sobreviventes, aquele velho homem de Deus tirou seu próprio colete salva-vidas, e o entregou a um outro náufrago, que conseguiu se salvar. Depois de colocar sua filha em segurança, gritou: “Não se preocupem comigo. Não estou indo para baixo. Estou indo para cima!”. Mas o livro de Adams conta que aquele servo de Deus, numa demonstração cabal de amor pelas almas, saiu nadando, e falando de Cristo para os náufragos, perguntando: “Você é salvo?”. Quando a pessoa respondia “Não”, ele, nadando, gritava: “Creia no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo”. E fez isto até quando não pôde mais, e afundou nas águas geladas. O velho pastor podia ter-se salvo. Mas preferiu salvar alguns. Era seu amor pelas almas. Que o Senhor Jesus Cristo nos conceda esse amor, não apenas de palavras, mas de verdade, e nos constranja a sentir o verdadeiro amor pelas almas. Orando por elas; e falando-lhes do amor de Deus pelas suas vidas.

Nós, cristãos, somos chamados por Deus para sermos testemunhas do seu amor para com as almas perdidas. Desde o dia da decisão ao lado de Cristo, quando da conversão, há uma chamada geral que nos inclui, para sermos testemunhas. Todos são chamados para servir entre os que precisam falar de Cristo, de Deus, de Sua palavra , do Seu Amor.No Antigo Testamento encontramos poucas referências que denotem o amor pelas almas, ainda que possamos ver o amor de Deus para com os ímpios, com os pecadores, demonstrado através de seu cuidado para com todos os homens, e em especial, pelo povo de Israel, perdoando-os, salvando-os, libertando-os dos inimigos cruéis.No Novo Testamento, no entanto, as referências sobre o amor de Deus, o amor ao próximo, aos perdidos, são inúmeras, abundantes. Isso é uma prova de que , na Nova Aliança, o amor é a marca registrada, é a característica principal. Em primeiro lugar, sem sombra de dúvidas, devemos amar a Deus. Jesus, respondendo sobre qual seria o maior mandamento, disse: “E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo” (Lc 10.27).Em segundo lugar, devemos amar ao próximo como a nós mesmos, como nos diz o versículo citado. Amar ao próximo não é amar somente aos que estão próximos de nós, no sentido físico. Amar ao próximo é amar aquele que, à semelhança do homem, caído à beira do caminho, precisa da nossa atenção, do nosso cuidado, do nosso interesse sincero. Na história do bom samaritano (Lc 10), vemos que ele não apenas amou interiormente, mas fez tudo o que estava a seu alcance em favor do miserável, que fora assaltado, espancado, e deixado semimorto na estrada.O amor pelas almas faz parte do cristianismo. Sem esse amor, podemos nos tornar semelhantes aos muçulmanos, que não fazem caso dos que não pertencem à sua fé. Às vezes até os odeiam. O amor pelas almas não significa apenas dar esmolas, fazer filantropia, atender aos pobres e famintos. Vai além, muito além desse amor “philo”. É preciso que ultrapassemos o amor fraternal, o amor filantrópico, ou o amor entre cônjuges, e entremos na prática do amor ágape (do gr. Ágape), que é o verdadeiro amor de Deus, derramado em nossos corações.O amor pelas almas faz o crente esquecer o conforto, e sair pelas ruas, praças, escolas, hospitais, delegacias, e por outros lugares, em busca de um perdido, sem Deus, sem paz, e sem salvação. O amor pelas almas leva as pessoas salvas a realizarem a missão evangelizadora em todo o lugar que esteja a seu alcance. Tanto em termos locais, como regionais e transculturais.No episódio do Titanic, quando o gigantesco barco afundava, cerca de 1500 pessoas lançaram-se ao mar, tentando salvar-se. Somente 6 (seis) pessoas se salvaram, segundo os relatos pela imprensa. No meio dos que se lançaram ao mar, estava um velho homem de Deus, chamado por Adams Moody, de “O Último Herói do Titanic”. Era um ministro do evangelho, que estava indo para Chicago, acompanhado de sua filha. Ao ver que não haveria socorro suficiente, gritou: “Deixem as mulheres, crianças e os não salvos entrarem nos barcos salva-vidas”. Segundo sobreviventes, aquele velho homem de Deus tirou seu próprio colete salva-vidas, e o entregou a um outro náufrago, que conseguiu se salvar. Depois de colocar sua filha em segurança, gritou: “Não se preocupem comigo. Não estou indo para baixo. Estou indo para cima!”. Mas o livro de Adams conta que aquele servo de Deus, numa demonstração cabal de amor pelas almas, saiu nadando, e falando de Cristo para os náufragos, perguntando: “Você é salvo?”. Quando a pessoa respondia “Não”, ele, nadando, gritava: “Creia no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo”. E fez isto até quando não pôde mais, e afundou nas águas geladas. O velho pastor podia ter-se salvo. Mas preferiu salvar alguns. Era seu amor pelas almas. Que o Senhor Jesus Cristo nos conceda esse amor, não apenas de palavras, mas de verdade, e nos constranja a sentir o verdadeiro amor pelas almas. Orando por elas; e falando-lhes do amor de Deus pelas suas vidas.

(Se esta mensagem tocou seu coração compartilhe conosco. CLIQUE AQUI)

sábado, 20 de junho de 2009

voce aprende


Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre segurar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar n significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas e começa aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de um adulto e com a sutileza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje porque o terreno do amanha é incerto demais para os planos e o futuro tem mania de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo e aprende que não importa o quanto você se importe... algumas pessoas simplesmente não se importam. E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-la de vez em quando, e você precisa perdoá-la. Por isso aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre-se que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la e que você pode fazer coisas em um instante da qual se arrependerá pro resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo em longas distancias e o que importa não é o que você tem na vida mais quem você tem na vida e que bons amigos são a família que permitimos escolher. Aprende que não precisamos mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisas ou nada e terem bons momentos juntos. Descobre que com pessoas que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar a pessoas que amamos com palavras amorosas... pode ser a ultima vez que a vejamos. Aprende que a circunstâncias e ambientes tem influencia sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e que o tempo é curto. Aprende que não importa aonde já chegou mais a onde está indo, mas se você não sabe onde esta indo, qualquer lugar serve. Aprende que ou você controla os seus atos ou eles o controlarão e ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e fraca será a situação, sempre existem dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram apenas o que era necessário fazer enfrentando a conseqüência. Aprende que paciência se requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute, quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais haver com os tipos de experiências que se teve e o que você aprendeu com ela do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais de seus pais em você do que você suponha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagem, poucas coisas são tão humilhantes que seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não dá a você o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não a ame como tudo que pode, pois existem pessoas que nos amam mais simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoa-se a si mesmo. Aprende que com a mesma civilidade que se julga você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa se voltar para trás, por tanto plante seu jardim e decore sua alma em vez de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode ir mais, e que realmente a vida tem valor e você tem valor diante da vida....

quinta-feira, 18 de junho de 2009

O poder do abraço


Já se comprovou que todos necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem. E uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço. Quando nos tocamos e nos abraçamos, levamos vida aos nossos sentidos e reafirmamos a confiança nos nossos próprios sentimentos. Algumas vezes não encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos. O abraço é a melhor maneira. Há vezes em que não nos atrevemos a dizer o que sentimos, seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam. Nesses casos, pode-se contar com o idioma do abraço. Os abraços, além de nos fazerem sentir bem, podem ser empregados para aliviar a dor, a depressão e a ansiedade. Provocam alterações fisiológicas positivas em quem toca e em quem é tocado. Aumentam, sobretudo, a vontade de viver nos enfermos. É importante saber que os abraços são necessários para o nosso desenvolvimento, para nos mantermos sãos e para crescermos como pessoas. Vejamos outros benefícios: (Proteção) O sentir-se protegido é importante para todos, em especial para as crianças e os mais velhos, que freqüentemente dependem do amor daqueles que os rodeiam. (Segurança) Todos precisamos nos sentir seguros. Do contrário atuamos de forma ineficaz e nossas relações interpessoais declinam. (Confiança) A confiança nos faz avançar quando o medo se impõe ao desejo de participarmos com entusiasmo de desafios da vida. (Força) Ao transferirmos nossa energia com um abraço, nossas próprias forças aumentam. (Saúde) O contato físico e o abraço partilham uma energia vital, capaz de sanar ou aliviar enfermidades. (Auto-valorização) Com um abraço, podemos transmitir uma mensagem de reconhecimento do valor e da excelência de cada indivíduo. Um abraço tem poderes extraordinários: reportagem de uma revista americana de variedades, cujo título é "O Abraço Salvador" relata episódio envolvendo duas gêmeas, cujos primeiros dias de vida foram passados em suas respectivas incubadoras, sendo que, para uma delas, não havia esperança de sobrevivência. A enfermeira-chefe da unidade, contra todas as regras existentes, juntou as duas na mesma incubadora. O que aconteceu foi espantoso e comovente. A bebê que se encontrava bem abraçou a irmãzinha moribunda, conseguindo, com o calor do corpo, o milagre de lhe regular a temperatura e o pulso. Isso permitiu estabilizar o ritmo cardíaco da outra. Depois desse testemunho importante, reflita comigo: Já abraçou alguém hoje? Um abraço faz e diz muito. Abrace seus amigos, abrace os seus entes queridos, abrace as suas crianças, abrace o seu bicho de estimação. Abrace e, especialmente, desfrute esse calor! Um forte abraço e um execelente final de semana!!

o poder do beijo


Beijo na Boca Beijo: tocar alguém ou algo com os lábios, com suavidade ou paixão. Mas é claro que o beijo significa muito mais do que isso. Descubra os segredos do beijo na boca e entenda porquê ele é tão bom. Por Tamara de Anda
Terri e Ray se conheceram em um restaurante onde ambos trabalhavam como garçom e garçonete. Embora o dinheiro fosse pouco, ele a convidou para sair. Tiveram vários encontros, durante os quais brincaram nos balanços das praças públicas, riram e se divertiram como adolescentes, apesar de já terem mais de 20 anos. No fim de um desses encontros, chegou o momento que ambos aguardavam. Antes de se despedir, Ray perguntou: “Posso beijá-la?” Ela aceitou sem a menor dúvida e, embora meio nervosa, lhe ofereceu os lábios. Os dois concordam que não foi um momento épico nem espetacular, não houve paixão arrebatadora ao estilo hollywoodiano, mas aquele beijo marcou o início de 24 anos de uma história de amor que ainda está firme e forte.
Embora pareça coisa de romance, o caso de Terri e Ray tem uma explicação científica: o beijo é muito mais do que um simples gesto de intimidade. Com essa primeira aproximação física, certamente o jovem casal viu, mesmo sem saber, o sucesso do futuro relacionamento. Um estudo publicado em 2007 e liderado pelo psicólogo Gordon Gallup mostra que beijar é uma maneira de trocar, de forma subconsciente e por meio dos sentidos, informações importantes sobre a pessoa à nossa frente para saber se ela é ou não o par ideal. Essa “intuição biológica” não falhou no caso de Terri e Ray; eles têm dois filhos saudáveis e felizes: Rachel, de 18 anos, e Jonathan, de 17.As possíveis consequências do beijo não parecem exageradas quando analisamos o que acontece no organismo no momento do contato. “Dos 12 pares de nervos cranianos que temos, cinco são estimulados quando beijamos, enviando mensagens dos lábios, da língua e do nariz ao cérebro, que processa todos os movimentos que acontecem”, diz o Dr. Amaury Mendes Junior, pós-graduado em Sexologia pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana. Trinta e quatro músculos funcionam ao mesmo tempo e há liberação de oxitocina. “Também conhecida co­mo ‘hormônio da união’, o nível de oxitocina aumenta depois do beijo”, acrescenta ele.Na hora de beijar, o nariz tem papel importante. Não se trocam só olhares significativos, mas também aromas, antes e depois do beijo. Há algum tem­po, não se acreditava que os seres humanos pudessem perceber os feromônios, que promovem o namoro e o acasalamento em muitas espécies de animais. No entanto, um estudo de 2003 demonstrou que o olfato pode ser fundamental na biologia reprodutora humana. O estudo mostra que os seres humanos têm receptores de feromônios na membrana mucosa do aparelho olfatório cujo papel é importantíssimo na maneira como nos relacionamos com o sexo oposto.Essa pode ser uma pista de como as mulheres conseguem perceber a compatibilidade genética dos homens, e estes, a fertilidade da mulher.
Quem inventou o beijo?
Examinando a cadeia evolutiva, é fácil imaginar a origem desse delicioso costume humano. “Alguns primatas alimentam os filhos boca a boca, primeiro mastigando a comida e depois passando-a para o filhote; essa pode ter sido a origem do beijo”, diz Amaury. Tanto o primatólogo Frans de Waal quanto o etólogo Eibl-Eibesfeld apoiam a teoria: o beijo sem transferência de comida é uma expressão quase universal de amor e afeição entre os seres humanos. Parece que nossos ancestrais diretos também tinham o mesmo costume, porque alguns estudos antropológicos indicam que as hominídeas, por exemplo, as mulheres de Cro-Magnon, alimentavam os filhos boca a boca.Nossos “primos” chimpanzés também se beijam; não só para se alimentar, mas como saudação ou, segundo a antropóloga física Diana Platas, como reconciliação depois de um conflito. Diana, da Associação Mexicana de Primatologia, descreve como o beijo é sinal de afeição e confiança entre os chimpanzés bonobos, muitas vezes envolvendo a língua. De acordo com o primatólogo holandês Frans de Waal, “nenhum ator de Hollywood consegue igualar a paixão demonstrada por dois bonobos ao se beijar”. Os beijos não são exclusivos da espécie humana, mas o etólogo inglês Desmond Morris afir­ma que so­mos a única espécie com lábios que se dobram para fora e com uma cor distinta que os diferencia do restante da pele. Os lábios são visualmente atraentes e muito sensíveis, pois têm a epiderme mais fina do corpo e muitas células nervosas sensórias convergem neles.
Fomos projetados para beijar
Pelo menos 90% da população do mundo pertence a uma cultura na qual se trocam beijos. Mas, como esse número não é absoluto, podemos nos perguntar se o beijo não é meramente um reflexo ou uma conduta adquirida. Beijar é um ato aprendido e mais frequente em algumas culturas do que em outras. Mas o ato de beijar em si pode ser considerado instintivo. Vejamos, por exemplo, o reflexo de sugar: ele não acontece apenas quando o bebê precisa se alimentar, é também um ato que o tranquiliza.Sigmund Freud achava que a origem do beijo está no modo como os bebês se alimentam. “Hoje sabemos que, para sugar, usamos os mesmos músculos e movimentos do beijo”, diz a escritora inglesa Adrianne Blue. Freud considerava o beijo como a busca do seio da mãe nos lábios dos outros. “Adoramos beijar porque o beijo esteve presente em nosso primeiro amor verdadeiro.”Como confirmação da ideia freudiana, a maioria inclina a cabeça para a direita ao beijar, de acordo com um estudo de 2003 publicado na revista Nature. Diana Platas confirma: “Fiz uma experiência rápida com pessoas que conheço. Observei 25 casais, dos quais 24 inclinaram a cabeça para a direita ao beijar.” Isso pode ser causado pela assimetria hemisférica do cérebro, mas especula-se que a assimetria resulte do hábito materno de segurar os bebês do lado esquerdo ao amamentar, o que predomina em 80% da população, de acordo com Desmond Morris. Uma razão pode ser que o coração da mãe fica do lado esquerdo...
selecoes.com.br

Feridas na alma


Feridas na alma são aquelas que doem mesmo quando não vemos mais o machucado; quando o que causou a ferida não está mais presente e, portanto, no silêncio da noite elas voltam e incomodam. Às vezes impedem o sono. E doem... dói o peito, doem os olhos, dói o coração...
São aquelas causadas na infância por abusos, desamor, indiferença, incompreensão. Ou causadas pela perda irreparável de alguém que era essencial na vida da gente. Ou pela mágoa causada por traições de pessoas nas quais depositávamos toda a nossa confiança.
Todos os anos possíveis gastos em terapia podem até amenizar o sentimento doloroso, mas não apagar. O tempo também não apaga. Mesmo se a memória procura mil facetas de "esquecer", há sempre aquele dia em em um fato ou qualquer outra coisa pode trazer tudo à tona.
Infelizmente, as centenas de mensagens de auto-ajuda também não conseguem curar esse tipo de doença que consome a alma. Remédios são inúteis, quando não prejudiciais mesmo.
E então? Estamos condenados a viver o resto das nossas vidas carregando essa "bola" acorrentada nos pés, como prisioneiros condenados?
Não necessariamente...
O primeiro grande passo é a vontade de se curar. Sem isso, nada feito. Ninguém pode fazer por nós o que não desejamos nós mesmos. Sabe-se que mesmo fisicamente uma pessoa não pode curar-se sem que haja uma íntima vontade e desejo de se estar curado. Não são os médicos que fazem milagres, eles fazem a parte deles. Mas o maior trabalho fica por conta da própria pessoa.
Depois... só há um meio de apagar essas cicatrizes que se abrem com freqüência: entregar, inteiramente, nossos males nas Mãos dAquele que "verdadeiramente tomou sobre si todas as nossas dores."
Ainda assim não é fácil, pois para entregarmos é necessário tirar uma parte da gente e se desligar dela. E o ser humano não está preparado para isso. Não que ele não queira, mas porque não é mesmo fácil.
É necessário uma enorme força de vontade e um amor profundo por si mesmo e por aqueles que nos amam e querem que estejamos bem. É necessário uma dose muito grande de perdão. É necessário tentar esquecer uma página do livro da própria vida, rasgá-la, queimá-la. E depois, é preciso a aprender a viver sem essa parte, viver uma vida nova e diferente.
É realmente difícil... mas possível! E possível somente se a própria pessoa se dispõe a isso. É algo pessoal, muito pessoal... Pessoal, entre Deus e nós...


Letícia Thompson
mailto:contact@leticiathompson.net

quarta-feira, 17 de junho de 2009

livre-se do fardo


Hb 12:1-2
1. Livre-se dos Fardos e Obstáculos Auto-impostos
Deus criou cada um de nós para levar tipos e tamanhos específicos de "cargas" na vida. Em todos os casos, ele pretende que carreguemos na vida algo além do que sim­plesmente "nossa carga". É a isto que João se referia quando escreveu: "Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos" (1 Jo 3.16). Esta é uma das formas mais importantes pelas quais podemos de­monstrar que somos criados à sua imagem e semelhan­ça, e que somos cheios de sua presença.
O problema é que, se nos sobrecarregamos com limitações, problemas pessoais e dilemas financeiros auto-impostos, conseqüentemente Deus nada pode acrescen­tar à nossa carga. Para ser sincero, o Reino de Deus sofre quando somos tão egoístas que não conseguimos tomar Sua Cruz e agir como Ele age. Ele diz: Não posso pôr meu fardo sobre vocês; irá esmagá-los. “Retirarei o ‘encargo do Senhor de vocês.” A única forma pela qual podemos receber seu encargo e realizar seu propósito é O "encargo" do Senhor pode ser uma atribuição divina a ser imposta por nós, um peso espiritual que devemos carregar em nossas vidas descobrindo e ativando o poder que há em livrar-se do peso.
Há coisas na vida que você deve simplesmente op­tar por esquecer. É mais fácil lidar com um homem que tem uma memória fraca do que com um homem que não esquece as coisas com facilidade. Você já se deparou com pessoas que não conseguem esquecer ofensas que sofreram há décadas? Elas muitas vezes não cedem por­que permitiram que a amargura decorrente de alguma ofensa verdadeira ou imaginada encobrisse e corrom­pesse 20 ou 30 anos de sua vida!
O problema é que elas perderam a capacidade de esquecer. Essas pessoas estão tão emaranhadas e envol­vidas em suas mágoas que nunca permitem que Deus cure a ferida. Isto é o que o autor de Hebreus chamou de peso ou pecado "que nos envolve1".
2. Livrar-se do peso é Tarefa Sua, e Não de Deus!
Muitas vezes, alguém diz: "Tenho pedido a Deus que remova este peso, mas Ele não remove." Você pode­ria dizer-lhe a verdade: "Não, Deus disse que é você quem deveria fazê-lo. A Bíblia diz: 'Livremos-nos de tudo o que nos atrapalha' (Hb 12.1). A tarefa é sua, e não de Deus.”
Seja consumado (Daniel trouxe consigo o encargo de sua nação em seu coração e orou até que ouviu uma palavra de Deus), ou simplesmente uma provação ou teste pelo qual devemos passar para preparar-nos para outro dia. No entanto, não se surpreenda se esta for a resposta: "Eu tentei, mas não consigo...”
Deus não nos diria para livrarmos-nos de algo se não fôssemos totalmente capazes de fazê-lo. Não é que não podemos; É que não queremos. Estabelecemos hábitos e impomos coisas a nós mesmos que nada têm a ver com o evangelho.
Prioridades equilibradas são essenciais. Algumas pessoas têm a tendência de consumir-se na obra de Deus ao mesmo tempo em que, na verdade, negligenciam seu relacionamento com Ele. Ficamos tão ocupados em fazer as coisas de Deus que sacrificamos nossa caminhada com Ele. Ninguém estava mais disposto a fazer a vontade de Deus do que seu Filho Jesus. Contudo, por mais que o inundo inteiro estivesse perdido em trevas, a Bíblia nos diz que Jesus "separou-se para descansar" ou afastou-se das multidões para ficar sozinho por um tempo. Preci­samos seguir seu exemplo, principalmente quando um problema ou uma situação ameaça consumir nossa vida.
É digno de nota que a primeira decisão administra­tiva da liderança da igreja no Novo Testamento tenha sido a de que os apóstolos, ou aqueles que faziam parte do ministério de "apascentar e liderar", precisaria dedicar-se à oração e à Palavra. Eles designaram outras pessoas para prover às necessidades diárias das viúvas. Delegaram a tarefa, a fim de que ela não se tornasse um peso que os impedisse de propagar a mensagem do evan­gelho ao mundo.
Podemos ter certeza de que a pressão surgirá, por vezes, mas sempre nos depararemos com a mesma op­ção: pressão ou prioridades? Você jamais chegará a uma dimensão do poder de Deus enquanto não aprender como estabelecer prioridades e livrar-se do peso. Muitas coisas na vida surgirão para impedi-lo de atingir seu objetivo ou diminuir o ritmo de sua caminhada. Todavia, o ter­mômetro de Deus permanece fixo; os rótulos em Suas garrafas não mudam de acordo com as circunstâncias. Ele é "o mesmo, ontem, hoje e para sempre" (Hb 13.8). Sua prescrição para a saúde em tempos bons e difíceis não mudou: "Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por to­dos os homens" (1 Tm 2.1).
O pretexto mais comum que ouvimos é este: "Não tenho tempo." Contudo, foi dado a todos nós o mesmo número de horas todos os dias. Cada um de nós tem 1.440 minutos para "gastar" todos os dias. É nossa a decisão de como usar os 86.400 segundos por dia, e o modo como administramos esse tempo faz toda a dife­rença. Algumas coisas devem ser deixadas para mais tar­de, e devemos livrar-nos completamente de outras.
3. Troque Suas Cargas por Poder para Correr a Corrida.
Existem cargas em sua vida - coisas que você im­pôs a si mesmo - que não fazem parte do encargo do Senhor? Deus quer que você as deixe de lado em troca de poder para correr a corrida! Cargas desnecessárias cansarão sua mente e irá torná-lo um zumbi no mun­do espiritual. A Palavra de Deus diz que você pode resolver essa situação, livrando-se do peso ou despojando-se dele. Se for um pecado, arrependa-se dele. Se for uma carga ou ansiedade que você impôs a si mesmo, deixe-a de lado. Você está sobrecarregado com as expectativas irrealistas de outros? Livre-se delas antes de tornar-se um escravo no "Reino Dessas Pessoas". O ponto principal é que "o governo está sobre os seus ombros [de Jesus]", e não sobre os ombros daqueles que o criticam ou dos que pretensamente o levam à escravidão. Agrade a Deus antes de agradar ao homem.
Já percebeu que sempre que você se propõe a fazer algo para o Senhor parece que o inimigo desenha um alvo no escudo que você leva? É fácil ficar sobrecarrega­do quando isto acontece, pois, se o inimigo não conse­gue chegar até você de alguma maneira, ele sempre ten­ta fazê-lo de outra forma. Se você se sente cansado e como quem teve um curto-circuito, como uma bateria que se esgotou, então experimente o poder que vem quando você se livra do peso! Defina suas prioridades e permita que Deus determine qual será sua carga.
Por mais trivial que possa parecer, se você está tão sobrecarregado e oprimido com coisas que não são de Deus a ponto de quase "não poder se mover", então será um perdedor. Use a cabeça. Descubra o poder de livrar-se do peso e entregue suas cargas ao Senhor. Assim, po­demos aceitar o "encargo do Senhor" e dividir o jugo com Jesus. Ele faz com que a carga seja fácil de ser carregada. E quando ela é compartilhada com Jesus, os perdedores se tornam vencedores todas as vezes4! Grande parte do "peso" excessivo que colocamos sobre nossa alma é proveniente de pensamentos incor­retos. Este é um dos baluartes do inimigo, e o pensa­mento negativo é seu subproduto. Ele quer que você fique sobrecarregado com coisas que não pode mudar. Esta é a razão pela qual a Bíblia instrui-nos a levar "cati­vo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo" (2 Co 10.5b).
Livre-se do Impossível e Experimente o Sobrenatural.
É difícil livrar-se de um problema e olhar para Deus quando você acredita que não tem nenhum poder para mudar o problema. Deixe que Deus fique com seu pro­blema de qualquer forma. Este é o único meio pelo qual você pode descobrir o poder de livrar-se do peso. Você não vive sua vida até que se livre de um problema im­possível e se veja, irrevogavelmente, engajado num em­preendimento do Reino que parece muito mais impos­sível então, você o vê desvendado diante de seus olhos. No momento em que você emergir desta aventu­ra de Deus, seu "problema" não parecerá tão grande quando comparado ao seu Deus sobrenatural.
Muitos santos "modernos" estão descobrindo que a "opressão da urgência" pode facilmente ocupar o lugar das coisas realmente importantes da vida. Tudo parece ser "urgente" no novo milênio. Você corre para atender um telefonema urgente, bate recordes para dar respostas urgentes. Independente do que é dito ao telefone ou do que apareça em sua mesa em forma de memorando, trata-se de algo "URGENTE".
Se Deus tem um inimigo na típica igreja local de nossos dias, esse inimigo, de fato, não é o diabo. É o inimigo que se resume em uma única palavra: "pressa". Independente do corre-corre santo, fortalecido pelo alto, no qual você vive, a Bíblia ainda diz: "Aqueles que espe­ram no Senhor renovam as suas forças" (Isaias 40.31). Esta é outra fonte secreta de poder. Deus apenas promete re­novar os que esperam as pessoas que aprenderam a deixar de lado o peso e livrar-se de outras coisas para que possam esperar nele. Aprenda a esperar em Deus até que Ele ouça sua oração e responda.

terça-feira, 16 de junho de 2009

ATITUDES DE UMA MULHER ANGUSTIADA


1 Samuel 1:1-19

Introdução: O que fazer diante das adversidades? O que fazer diante das situações que parecem insolúveis? Ou você se conforma com a situação, ou começa a manifestar atitudes de reclamações, murmurações, podendo até perder a paciência e tornar-se uma pessoa agressiva verbal e até fisicamente. Isso não será nada bom, pois fará de você uma pessoa amarga, antipática. No entanto, quero apresentar algo que pode mudar a situação e trazer o sobrenatural para cada uma de nós.

Transição: O texto básico fala-nos de uma mulher que se chama Ana. Seu nome significa graça, mas ela estava vivendo fora da graça, pois havia uma angústia em sua alma: ela queria muito conceder ao seu esposo um filho, mas era estéril. Naquela época, a esterilidade fazia com que a mulher fosse vista em segundo plano, era humilhante, era uma vergonha uma mulher casada não ter filho. E, para piorar, naquela época, um homem podia ter mais de uma mulher; então havia um espírito de competição entre as esposas. E, neste caso Ana estava sendo a perdedora. E, sua rival a provocava, o que a deixava numa situação desesperadora. Numa situação dessa o que ela fez?

VAI BUSCAR NO LUGAR CERTO – no templo do Senhor, v. 9

Na hora do desespero é comum buscar a solução em algum lugar. Mas há apenas um lugar seguro para que possamos buscar: na casa do Senhor.
Ana em vez de ficar murmurando ou reclamando foi ao templo para derramar a sua alma em oração. O salmista sabendo da importância de estar nesse lugar disse: "alegrei-me quando me disseram: vamos à casa do Senhor". Se existe um lugar seguro, onde haja esperança é aqui na casa do Senhor.
Quando você se encontrar em dificuldades não tenha dúvida faça o propósito de buscar ajuda na igreja. Aqui as pessoas são umas diferentes das outras, as necessidades são as mais variadas, mas todos devem vir com a finalidade que exercitar a sua fé na Palavra que é ministrada e Deus honrará a fé, ainda que pareça pequena: "Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte passa daqui para acolá e será feito".
Porém, quero lhe dizer que não é automática a solução. Não basta apenas buscar no lugar certo, a segunda coisa que uma mulher angustiada deve fazer é:

VAI BUSCAR NA PESSOA CERTA – orou ao Senhor, v. 10

Muitos até vêm ao lugar certo, mas suas intenções não estão erradas: aqui não é um clube social, mas uma casa de oração. Sua intenção deve ser vir aqui para derramar a sua alma diante de Deus. Lembre-se bem: venha buscar a Deus.
A Palavra diz "Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração"; "Clama a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes" (Jr 33:3).
Todas que vierem aqui para buscar a Deus, com certeza sairão daqui marcadas com a glória de Deus.
Em 2 Crônicas 7:14 diz: "Se o meu povo que se chama pelo meu nome se humilhar, orar, buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra".
Foi isso que Ana fez: ela derramou a sua alma diante de Deus, expôs todas as suas angústias diante dele. O sacerdote nem estava entendendo o que ela estava fazendo, mas Deus sabia.
Não basta apenas vir ao lugar certo e buscar a pessoa certa. Observe bem terceira atitude que uma mulher angustiada deve fazer:

VAI BUSCAR COM DETERMINAÇÃO, vs. 10, 12-13

Vir à casa do Senhor, muitas têm vindo; buscar a Deus também; mas está faltando em muitas é a determinação – ir até receber e não desistir em hipótese alguma, pois fiel é o que prometeu. Deus é fiel.
Ana fez o que ela podia: foi ao lugar certo, buscou na pessoa certa, mas também teve determinação: isso foi tão enfático na vida dela que já nem conseguia mais pronunciar palavras, apenas mexiam os lábios.
Seu grau de determinação foi tal que até o sacerdote a confundiu: achou que ela estava embriagada e quis repreendê-la: "mulher aparta de ti o vinho". Ela, porém respondeu: "não me tenha como uma embriagada, pois não tenho bebido vinho, mas tenho derramado a minha alma diante de Deus".
Aí então o sacerdote a abençoou e lhe disse: "Vai em paz e Deus te conceda a tua petição".

CONCLUSÃO: Ana devido às suas atitudes alcançou de Deus um menino e lhe pôs o nome de Samuel, que significa "pedido de Deus". E, não parou aí não teve mais filhos e filhas e vivia feliz e realizada. Se seus problemas poderão ser intransponíveis para você, mas faça como essa mulher: busque no lugar certo: isso você já está fazendo, pois você está aqui; busque na pessoa certa: isso você já pode começar a fazer – rasgue seu coração diante de Deus e lhe apresente o problema; busque com determinação: seja enfático e não aceite sair daqui sem a certeza da vitória. Você veio aqui com um propósito, então aproveite a oportunidade, não se distraia com nada.

Pastores Wanderley e Roseli
IPR EM SÃO JOSÉ - SC

segunda-feira, 15 de junho de 2009

MULHER SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS


Apesar da autoridade maior no lar ser dada ao homem, podemos dizer que o papel motivador de um lar á da esposa. Assim sendo é preciso:
VIVER COM SABEDORIA CADA MOMENTO
Ec 3 diz que há tempo para tudo. Mas uma coisa é certa que o tempo desperdiçado nunca mais se recupera.
Imagine que você tenha uma conta corrente e a cada manhã você acorda com um saldo de R$ 86.400,00. Só que não é permitido transferir o saldo para o dia seguinte. Todas as noites o seu saldo é zerado, mesmo que você não tenha conseguido gastá-lo durante o dia. O que você faz? Você iria gastar cada centavo é claro! Todos nós somos clientes deste banco do qual estamos falando. Chama-se "TEMPO". Todas as manhãs, é creditado para cada um de nós 86.400 segundos. Todas as noites o saldo é debitado como perda. Não é permitido acumular este saldo para o dia seguinte. Todas as manhãs a sua conta é reinicializada, e todas as noites as sobras do dia se evaporam.
Você precisa investir no presente o seu depósito diário. Invista, então no que for melhor, na sua saúde, felicidade, sucesso. O relógio está correndo. Faça o melhor para o seu dia-a-dia.
Para você perceber o valor de um ano pergunte a um estudante que repetiu de ano.
Para você perceber o valor de um mês, pergunte para uma mãe que teve o seu bebê prematuramente.
Para você perceber o valor de uma semana, pergunte para um editor de jornal.
Para você perceber o valor de uma hora, pergunte àqueles que estão esperando para se encontrar.
Para você perceber o valor um minuto, pergunte para uma pessoa que perdeu o avião.
Para você perceber o valor de um segundo, pergunte a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente.
Para você perceber o valor de um milésimo de segundo, pergunte a alguém que venceu a medalha de prata em uma olimpíada.
Valorize cada momento que você tem. E valorize mais porque você deve dividir com alguém especial, especial o suficiente para gastar o seu tempo com você. Lembre-se, o tempo não espera por ninguém. Ontem é história.
O amanhã é um mistério. Hoje é uma dádiva, é um presente.
INFLUENCIAR POSITIVAMENTE O AMBIENTE ONDE ESTIVER
Tempos atrás em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar conhecido como a casa dos mil espelhos. Um pequeno e feliz gatinho soube deste lugar e decidiu visitar. Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa. Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas e a sua cauda ereta. Para sua grande surpresa, deparou-se com outros mil pequenos e felizes gatinhos, todos com suas caudas eretas. Abriu um enorme sorriso e foi correspondido com mil enormes sorrisos.
Quando saiu da casa, pensou:
- Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um montão de vezes.
Neste mesmo vilarejo, um outro pequeno gatinho rabugento, decidiu visitar a casa. Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta. Quando viu mil olhares de raiva de gatos que lhe olhavam fixamente, rosnou e mostrou os dentes e ficou horrorizado ao ver mil gatos rosnando e mostrando os dentes para ele.
Quando saiu, ele pensou:
- Que lugar horrível, nunca mais volto aqui. Uma lição para refletir é: Todos os rostos no mundo são espelhos. Que tipo de reflexos você vê nos rostos das pessoas que você encontra?
COMPARTILHE AS BOAS COISAS SEM MEDO
“Cuide de você mesmo e tenha cuidado com o que ensina (isto é, com os outros). Continue fazendo isso, pois assim você salvará tanto você mesmo como os que o escutam” (1 Timóteo 4:16 NTLH).
Havia um fazendeiro bem sucedido. Ano após ano, ele ganhava o troféu "Milho Gigante" da feira da agricultura do município. Entrava com seu milho na feira e saía com a faixa azul recobrindo seu peito. E o seu milho era cada vez melhor. Numa dessas ocasiões, um repórter , ao abordá-lo após a já tradicional colocação da faixa, ficou intrigado com a informação dada pelo entrevistado sobre como costumava cultivar seu qualificado e valioso produto. O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava a semente do seu milho gigante com os vizinhos.
- "Como pode o Senhor dispor-se a compartilhar sua melhor semente com seus vizinhos quando eles estão competindo com o seu em cada ano?" - indagou o repórter.
O fazendeiro pensou por um instante, e respondeu:
- "Você não sabe? O vento apanha o pólen do milho maduro e o leva através do vento de campo para campo. Se meus vizinhos cultivam milho inferior, a polinização degradará continuamente a qualidade do meu milho. Se eu quiser cultivar milho bom, eu tenho que ajudar meus vizinhos a cultivar milho bom". Ele era atento às conectividades da vida. O milho dele não poderia melhorar se o milho do vizinho também não tivesse a qualidade aumentada.
Assim é também em outras dimensões da nossa vida. Aqueles que escolhem estar em paz devem fazer com que seus vizinhos estejam em paz. Aqueles que querem viver bem têm que ajudar os outros para que vivam bem. E aqueles que querem ser felizes têm que ajudar os outros a encontrar a felicidade, pois o bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar de todos.
Pra. Roseli Stefane da Silva

O VERDADEIRO VALOR DA MULHER


INTRODUÇÃO: Há algum tempo, um esposo, preocupado com a baixa auto-estima de sua mulher, declarou: “Se minha mulher não ama a si mesma, como ela irá poder me amar?” Creio que muitos problemas entre pais e filhos, entre irmãos e conjugais têm suas raízes exatamente nisso. O próprio Jesus afirmou: “ama o teu próximo como a ti mesmo”. Percebeu que o padrão para amarmos os outros será o nosso amor próprio.
São muitos os fatores que levam a pessoa a ter uma auto-estima baixa:
Ø Crítica,
Ø Rejeição,
Ø Falta de afeto,
Ø Falta de limites,
Ø Pobreza,
Ø Abuso sexual, etc.
A MULHER NO PLANO DE DEUS
No caso da mulher, temos que levar em consideração o lugar em que ela é colocada em nosso contexto cultural. Hoje, ainda não alcançamos o pensamento de Peter Marshall, que diz: “A emancipação da mulher começou com o cristianismo. Teve início numa noite, há quase dois mil anos, quando veio a uma mulher chamada Maria uma mensagem dos céus”. Deus poderia ter enviado Jesus ao mundo através de outra estratégia, mas ele quis que Seu Filho nascesse de uma mulher. Com esta atitude, Deus mudou a sorte da mulher, e a levou ao nível de merecedora de sua graça e amor. Jesus realizou seu ministério rodeado por mulheres que criam nele, o seguiam e amavam. Jesus tratou as mulheres da mesma maneira que tratou os homens; nunca as desqualificou, nunca rejeitou, nem humilhou ou envergonhou a mulher.
Mulheres, torna-se cada vez mais necessário apropriar-se dos sentimentos de valorização de si mesma, no que quer que faça; de apreciação das qualidades que possui; de certeza de ser bela, por ser mulher; de satisfação pelo seu corpo, porque foi Deus quem o criou, em todas as singularidades e mínimos detalhes e, com certeza, isto inclui sua sexualidade.
Em Gênesis 1.31, encontramos: “E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.” Se o próprio Deus achou que tudo que ele havia criado era muito bom, por que temos a tendência de não pensar assim?
VALORES EQUIVOCADOS – Pv 31:30
Infelizmente, temos visto caso de mulher que se valoriza apenas quando é extremamente bonita, se tem um corpo perfeito e se é jovem. Essa tem sido a pregação da mídia aos quatro cantos do mundo. E aí, a mulher que não cabe nessa forma (padrão) não serve; quem não se encaixa nesses moldes sente-se desprezada. Por que esse padrão está sendo vendido e tanta gente o tem comprado? Veja o que afirmou o Apóstolo Pedro em 2 Pe 3:3-4 (Ler na NVI).
O REAL VALOR DA MULHER
A mulher não precisa vestir manequim 36 ou fazer implantes de silicone para se sentir valorizada e aceita. Ela precisa é fortalecer seu mundo interior, acreditar em si mesma, em suas potencialidades e em sua beleza. A mulher precisa se amar mais, importar-se consigo mesma, com seu bem-estar e felicidade.
O que acontece quando uma mulher vive bem consigo mesma? Ela convive bem com sua família, quer sejam pais, irmãos, marido, filhos, e com os outros ao redor de si. Sua alegria contagia, sua disposição é considerada, sua beleza é ressaltada, sua feminilidade é respeitada. Em Provérbios 15.13 e 15.15, lemos: “O coração alegre aformoseia o rosto” e “Todos os dias do aflito são maus; mas o coração contente tem um banquete contínuo”. É a Palavra de Deus que nos fala.
Pra. Roseli Stefane da Silva

magoa,uma doença silenciosa...

como uma doença silenciosa, a mágoa vai tomando conta de nós e, se não
for detectada no início e tratada, se espalha por todo o nosso ser,
destruindo-nos pouco a pouco, sem piedade. Quando formos notar quanto
mal ela nos fez, pode ser tarde demais.


Quando estamos magoados com alguém, é como se uma nuvem negra de
amargura ficasse pairando sobre nossa cabeça, não nos deixando ter
alegria, nem paz de espírito.Guardar mágoa é tão prejudicial que pode influir
negativamente na nossa vida por anos a fio.

E a ironia de tudo isso é que carregamos o peso de uma grande dor, sofrendo por alguém que nos magoou e esse alguém, na maioria das vezes, nem se lembra mais do fato ou sequer imagina a dimensão da nossa ferida.


Não é preciso que nos transformemos em santos para não guardar mágoa em
nosso coração. Isso seria muito difícil, pois somos seres humanos
falíveis e a santidade é jóia rara de se conseguir. Eu diria que basta
pensarmos em nós mesmos, em como seria diferente nossa vida se
não carregássemos mágoas na alma.


Perdoar, de todo nosso coração, alguém que nos magoou, nos traz uma
libertação interior incapaz de ser descrita.

Se, em acréscimo, conseguirmos ter a humildade de dizer à outra pessoa que a perdoamos, sentiremos uma dupla felicidade: a de dar perdão a nós mesmos e à pessoa que nos magoou.

Se for uma atitude sincera, a vida terá para nós uma nova perspectiva

a partir desse momento.


Por isso, é mais sábio não guardar mágoa, não permitir que ela nos
contamine, exercitar o perdão. Não esperar que a amargura cause um
estrago tamanho em nossa vida que torne quase impossível uma restauração.


No entanto, uma mágoa enraizada não desaparece de repente, apenas por
Nosso esforço, por mais sincero que ele seja. Precisamos de cobertura
espiritual e isso só se consegue se buscarmos a Deus, que é Senhor do impossível.

Devemos perdoar, como Ele nos perdoou. Somente Ele é capaz de abrandar nosso coração e nos devolver a paz de espírito. E, com ela, a alegria de viver.

domingo, 14 de junho de 2009

Fé........


uma menina subiu ao segundo andar de um prédio.seu pai ficou na praça.derrepente começou um incêndio.a fumaça escureceu tudo,e da ja nela a menina gritou:''papai socorro!''o pai se pôs embaixo da janela e gritou:filha,salte eu pego você!a menina respondeu:papai eu nao estou vendo você!e o pai respondeu:mas eu estou vendo você,pode pular!Entao a menina saltou e foi salva.A fé e um salto nos braços do Pai.Nós não o vemos,más ele nos vê.O importante e confiarmos na sua palavra,e colocarmos nossa vida em suas mãos....temos que confiar plenamente, e havendo algum incêndio em nossas vidas nos jogarmos nos braços do Pai!!!

sábado, 13 de junho de 2009



Escolha da Águia


A Águia é a ave de maior longevidade, podendo chegar aos 70 anos.De maior envergadura de asas pois abertas podem chagar a 86cm de comprimento; sua visão é de trezentos graus, quase o dobro do humano.Com uma membrana nictante é o único ser que pode olhar direto para o Sol; na forte tempestade não se esconde nem tenta inutilmente enfrenta-la, mas voa acima dela; fiel a uma única companheira ,nunca em bandos mas sempre sozinha e altaneira, caçadora, guerreira e corajosa, imponente, bela e preciosa no voar e no ataque.Mas vamos ao mais fascinante:Aos 40 anos suas unhas estão compridas e flexíveis e não conseguem mais segurar suas presas, seu bico se encurva e não morde mais com força, suas asas pesadas e envelhecidas dificultam o seu vôo.Só há dois caminhos:Deixar-se morrer ou renovar-se num doloroso e longo processo de 5 meses.Ela voa para o ninho num paredão no alto da montanha, fica protegida, mas só poderá sair se novamente for capaz de voar.Lá suporta corajosamente a dor.Ela bate o bico velho contra a pedra até arrancá-lo, espera nascer um novo bico e com ele novamente suportando a dor, arranca as velhas unhas, novamente espera que nasçam novas unhas e com elas arranca as velhas penas.Após 5 meses com novas asas, se lançará no vôo da Vitória e Renovação e viverá mais 30 anos.Aos 40 anos renascerá para mais 30 anos, totalizando 70 anos.Muitas pessoas vivem em constantes brigas e lamentos, vidas de ressentimentos e medo, sem coragem e força para o ritual da renovação do renascimento.Destrua o bico do ressentimento, arranque as unhas da agressividade, retire as penas do medo que te impedem de voar; a decisão é só tua!!!Vai viver como Urubu que se alimenta do podre do passado, do que está morto, ou vai voar livre acima da tempestade, recebendo a luz do sol como a Águia!!!Decida pela vida.Voe...

sábado, 6 de junho de 2009


A gratidão é um dos sentimentos mais nobres que existe. Ser grato é abrir o coração e deixar fluir este sentimento que envolve a nossa alma. Ser grato é reconhecer um benefício que recebemos e que nada nos custou, embora seja algo tão caro e tão relevante. Para ser grato é preciso ter sensibilidade, humildade, enfim, é preciso ter amor.

Só agradece as bênçãos de cada dia quem pode ver e sentir a beleza da flor, a importância do ar e a ternura do orvalho. A relva sorri e agradece na sua simplicidade sentindo de manhã os primeiros raios do sol, após uma noite fria e uma madrugada gélida. Assim devemos ser, assim devemos agir sendo gratos ao Criador que entre tantas dádivas nos deu a vida.

Infelizmente, porém, quanta ingratidão ainda existe no mundo! E a ingratidão gera outros sentimentos como: reclamação, murmuração, ódio e vingança. Uma pessoa ingrata é capaz de pagar o bem com o mal agindo como se estivesse fazendo algo normal. Uma pessoa ingrata é espiritualmente cega, pois não vê e não reconhece o bem que recebe todo dia. Ela consegue transformar em maldição as bênçãos que Deus lhe concede enquanto caminha, trabalha e respira. Tudo é motivo para reclamação, impropérios, xingamentos e escândalo. Ela só vê o mal e sempre acusa as demais pessoas se esquecendo muitas vezes que nós colhemos aquilo que plantamos. É fácil reconhecer uma pessoa ingrata, pois geralmente ela nem responde o “bom dia” que recebe preferindo ficar calada, ou simplesmente virar o rosto. É uma pessoa extremamente triste, sozinha e infeliz.

Por outro lado, uma pessoa grata atrai coisas boas e está sempre pronta a fazer o bem, pois tem certeza de que está é a única forma de recebermos o bem. Ela ajuda as pessoas sem esperar nenhuma recompensa - e assim o faz em gratidão pelo que recebeu e recebe a cada dia. Ela é capaz de ver nas pequenas coisas grandes motivos para se alegrar e razões para agradecer, pois o seu coração é bom, sensível, amável e doce. Muitas vezes ela contagia a quem está por perto e consegue transformar um ambiente hostil num local agradável. Por onde passa há reações; suas palavras exalam perfume e transmitem alegria e um desejo incontrolável de fazer o bem. Na verdade, a gratidão gera outros sentimentos e forma uma corrente do bem. Só faz o bem quem reconhece que recebeu o bem e se sente impulsionado a espalhar a semente que germina e produz a bondade nos corações. Se a pessoa não tem este sentimento, ela age de forma mecânica e não vê razão para ajudar o próximo, pois não sente que foi ajudada. Esta é uma realidade que podemos ver todos os dias.

Seja grato, meu irmão! Agradeça a Deus pelo dia e pela flor que gentilmente se abre em nosso caminho. Agradeça pela luz, pelo ar, pelo alimento. Agradeça a Deus por este momento! A gratidão é um sentimento tão nobre que nos ensina que devemos ser gratos até pelas coisas ruins que nos acontecem. A gratidão, sem dúvida, é um dos sentimentos mais nobres inerentes ao ser humano. “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (I Tessalonicenses 5.18). Amém.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Mulher virtuosa

"A mulher virtuosa é a coroa do seu marido..." ( Provérbios 12 : 4)

"mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias." (Provérbios 31 : 10)

"Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada. (Provérbios 31 : 30)

A Bíblia compara a mulher sábia e virtuosa a finas jóias, não só por sua beleza e encanto mas também pelo seu imensurável valor, força e durabilidade. Fomos durante tantos anos taxadas como sexo frágil, talvez sim, talvez não. Mas podemos atestar que a mulher com toda a sua fragilidade conquistou seu lugar na sociedade, seu direito de votar, de trabalhar, ganhar um bom salário e etc...

Quero então neste espaço homenagear as mulheres aproveitando o Dia Internacional da Mulher para dizer que podemos ir ainda mais além se segruimos aquilo que a palavra nos ensina, se formos verdadeiramente sábias, valorosas, servas, amarmos nossos esposos os honrando, criar os nossos filhos com amor e dedicação sempre nos caminhos de Deus, faremos ainda mais diferença no meio da sociedade atual, que em vez de avançar retrocede a cada dia com suas exclusões, racismos e atos que mais parecem era das cavernas. Sejamos um referencial para nossa geração, assim como SIMONE DE BEAUVOIR foi a inventora do feminismo e seu nome ficou marcado na história pela revolução e encadeou tudo que somos e temos hoje diante da sociedade, nós também podemos escrever uma história nos dias atuais, sendo mulheres de valor na sociedade e na nossa família, sem precisar deixar o esírito de Jezabel fazer parte da nossa vida!!!

Parabéns mulher!!! Jóia preciosa!!!